Aprenda a negociar
 
Biblioteca de guias de negociação

Independentemente do seu nível de experiência, baixe nossos guias de negociação gratuitos e desenvolva suas habilidades.

Saber mais
Aprenda a negociar

Negocie com mais inteligência: melhore suas habilidades com nossos recursos de treinamento.

Crie uma conta Live
Análise de mercado
 
Calendário Econômico

Esteja à frente de todos os movimentos do mercado com nosso calendário econômico constantemente atualizado.

Saber mais
Análise técnica

Use os dados de mercado passados para prever a direção dos preços e antecipar movimentos do mercado.

Saber mais
Análise de mercado

Aproveite a inteligência de mercado que você precisa para criar suas estratégias de negociação.

Crie uma conta Live
Parcerias
 
Programa de Afiliados

Faça seu negócio crescer e seja recompensado. Saiba mais sobre o nosso Programa de Afiliados hoje.

Saber mais
Gerente de dinheiro

Aumente sua renda e seja recompensado por seu conhecimento sobre negociações com a ThinkInvest, que coloca você no controle.

Saber mais
Negociação com API

Crie sua própria plataforma de negociação ou ferramentas de dados com nossas modernas APIs.

Saber mais
Programa de IBs

A ThinkMarkets garante elevados níveis de satisfação do cliente com altas taxas de retenção de clientes e conversão.

Saber mais
Etiqueta branca

Nós fornecemos tudo o que você precisa para criar sua própria marca no setor de Forex.

Saber mais
Representantes regionais

Seja parceiro da ThinkMarkets hoje para ter acesso a serviços completos de consultoria, materiais promocionais e seus próprios orçamentos.

Saber mais
Parcerias

Conecte-se às plataformas de última geração e às negociações que seus clientes querem.

Crie uma conta Live
Sobre o ThinkMarkets
 
Patrocinador do Liverpool FC

A ThinkMarkets é a Parceira Global de Trading Oficial do Liverpool FC

Saber mais
Sobre nós

Saiba mais sobre a ThinkMarkets, uma corretora global estabelecida e multipremiada em que você pode confiar.

Saber mais
Segurança dos fundos

A segurança dos seus fundos é nossa prioridade. Saiba mais sobre a nossa apólice de seguro com o Lloyd's de Londres.

Saber mais
Infra-estrutura de negociação

Quando se trata da velocidade em que executamos suas negociações, não poupamos despesas. Saiba mais.

Saber mais
Entre em contato conosco

Nossa equipe de suporte multilíngue está aqui para você 24/7.

Saber mais
Sobre o ThinkMarkets

Presença global, conhecimento local - descubra o nosso diferencial.

Crie uma conta Live
Criar conta

O que é negociação de ações?

Descubra o que é a negociação de ações e como ela funciona

 

Negociando ações - Noções básicas

Quando uma empresa privada quer levantar capital para expandir, isso pode ser feito ao ser listada no mercado de ações. O processo inclui uma IPO, também conhecida como oferta pública inicial, e o que significa na prática é que os investidores obtêm unidades de propriedade, chamadas ações, em troca de capital.

As empresas que decidem abrir seu capital preferem as principais bolsas de valores como a Nasdaq ou a Bolsa de Valores de Londres (LSE), mas, para serem aceitas, precisam atender a certos requisitos. Quando uma empresa é listada, suas ações estão disponíveis em uma bolsa de valores para negociação.

As primeiras bolsas de valores começaram a operar nos séculos 16 e 17 em centros de negociação como Londres e Amsterdã. A primeira bolsa de valores, como a conhecemos, foi a Bolsa de Valores da Filadélfia, que continua existindo até hoje. No entanto, foi só no final do século 18, quando a Bolsa de Valores de Nova York foi fundada, que as ações começaram a ser amplamente negociadas.

Antes de 1792, os corretores e comerciantes tinham o acordo não oficial para se reunir sob uma árvore em Wall Street, a fim de organizar a compra e venda de ações. O que ficou conhecido como o acordo Buttonwood é o começo da negociação financeira moderna. Como os mercados começaram a ser regulamentados e a tecnologia avançou, a negociação de ações tornou-se disponível para um número cada vez maior de operadores, tornando o mercado mais líquido e mais eficiente.

Quem negocia ações?

A chegada da negociação de derivativos permitiu que os investidores participassem do mercado de ações sem a necessidade de uma bolsa, já que qualquer pessoa com acesso à internet pode especular sobre o preço de ações individuais por meio de uma conta com uma corretora online. Com bilhões de transações ocorrendo nos mercados de ações diariamente, vamos dar uma olhada mais de perto nos participantes desse mercado:
 

  1. Operadores privados

Esta categoria refere-se a pessoas que compram e vendem ações em todo o mundo com base na sua própria avaliação do preço e com a única intenção de lucrar. Os investidores privados são responsáveis pela maior parte da negociação global de ações e isso pode incluir funcionários que compram ações da empresa para a qual trabalham ou fãs que compram ações de seu clube esportivo favorito como forma de expressar seu apoio, para citar alguns.
 

  1. Fundos de cobertura

Os fundos de cobertura também estão fortemente engajados na negociação de ações, geralmente através da compra de ações em um leque variado de empresas, a fim de proteger seu portfólio do risco e aumentar seu desempenho.
 

  1. Competidores

Uma categoria menos conhecida de participantes nos mercados de ações são os competidores que podem tentar ganhar influência sobre outra empresa comprando suas ações.

 

 

Está pronto para negociar ações no mercado real?



Criar conta

O que afeta o preço das ações?

 

O preço da ação é essencialmente uma representação dos lucros da empresa, bem como os dividendos pagos aos acionistas. No mundo globalizado de hoje, a capacidade de uma empresa de obter lucros e, portanto, o preço de suas ações, não pode ser atribuída a apenas um fator. A realidade é que um grande número de variáveis está interagindo, com o efeito líquido moldando os preços das ações em todo o mundo. Vamos dar uma olhada mais de perto nos principais influenciadores e em como eles afetam os diferentes setores:
 

  1. Taxas de câmbio

As moedas flutuam em valor umas contra as outras 24 horas por dia.  Como regra geral, as empresas que importam se beneficiam quando a moeda de seu país aumenta à medida que seu poder de compra também aumenta.
 

  1. Preços do petróleo

Empresas dependentes de petróleo para a condução de seus negócios, como companhias aéreas, são as primeiras a serem afetadas por mudanças significativas ou inesperadas no preço do petróleo.
 

  1. Nova legislação

Vamos usar a política fiscal como exemplo. Se um país mudar sua legislação sobre o imposto corporativo, isso terá um efeito direto sobre a lucratividade das empresas com base no território.

 
  1. Taxa de juros

As taxas de juros são determinadas pelos bancos centrais e refletem o custo do capital. Um corte nas taxas de juros, por exemplo, pode dar um impulso significativo aos mercados de ações.

 
  1. Expectativas e rumores

Às vezes, um evento, como um corte nas taxas de juros, pode nem mesmo ocorrer, mas os mercados de ações podem se movimentar significativamente apenas pela expectativa. Caso o evento não se materialize, os mercados retornam aos níveis normais de negociação. É exatamente daí que vem o ditado "compre o rumor, venda o fato".

 
  1. Eventos imprevisíveis

Nesta categoria entram os ataques terroristas e os desastres naturais. Os ataques de setembro de 2011 fizeram com que os mercados de ações despencassem, com o Dow Jones perdendo até 7% no dia seguinte ao trágico evento.

Embora os fatores acima e seus efeitos sejam bastante diretos, vale a pena notar que às vezes os preços das ações podem subir simplesmente porque o sentimento para um determinado setor é positivo. É por isso que é importante que os operadores fiquem de olho nas tendências atuais. Um exemplo clássico é a ascensão meteórica de compartilhamentos de internet durante a era do ponto.com. Durante o mesmo período, setores mais tradicionais, como as ações de mineração, passaram por uma fase de baixa.

 
Back to top